A História do dia das mães

_23-2147509440Comemorada no segundo domingo de maio, o dia das mães é uma linda data que frequentemente comemora-se na escola, seja com a preparação e apresentação de músicas, poesias, cartões, ou mimos para homenagear aquela que é a mais importante da vida, ainda mais na fase escolar.

A comemoração é antiga, já na Grécia a haviam festas na entrada da primavera em honra a Rhea, a Mãe dos Deuses.

Nos Estados Unidos a comemoração iniciou com a iniciativa da ativista Ann Maria Reeves Jarvis, que organizou o dia de amizade para mães em 1858 com o objetivo de pedir melhores condições para os feridos na Guerra da Secessão que assolou o Estados Unidos nessa época. Tal qual sua forma que conhecemos hoje, o dia das mães foi criado então pela filha de Ann Maria, Anna Jarvis, que após a morte de sua mãe iniciou uma campanha para que essa data fosse reconhecida como um feriado. E em 8 de maio de 1914, a data foi aprovada pelo Congresso dos Estados Unidos.  Após a crescente difusão da data, o feriado ficou comercial e Anna Jarvis lamentou sua criação e até lutou para a abolição do mesmo.

No ano de 1932, o presidente Getúlio Vargas,a pedido da Federação Brasileira pelo Progresso Feminino, oficializou a data no Brasil, a ser comemorada sempre no segundo domingo de maio.

A data é comemorada em várias partes do mundo, alguns comemoram no segundo domingo de maio como no Brasil, Japão, EUA e Itália. Em outros lugares como Portugal, Espanha, Hungria e Lituânia é comemorado no primeiro domingo de maio. Em países como México, Guatemala, El Salvador e Belize, a data é fixa, dia 10 de maio. Outros países não comemoram o dia das mães, porém tem datas que se assemelham a comemoração materna, em Israel o dia da Família e na Tailândia o aniversário da rainha Sirikit, considerada a mãe de todos os tailandeses.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *